Gestão de Frotas Empresas

Publicado por Rafaela Teruel em

Gestão de frotas

Gestão de frotas empresas: como fazer

Em posts anteriores já falamos sobre gestão de frotas de diferentes formas, neste agora vamos focar no cenário empresarial. É certo que a gestão de frotas é de suma importância em qualquer área, mas quando se trata da iniciativa privada há algumas peculiaridades que vamos tratar com maior profundidade neste artigo. Em Gestão de Frotas Empresas você verá que administrar frotas em âmbito corporativo precisa de liderança, resiliência, além de muito “jogo de cintura” para lidar com este cenário dinâmico e procurar encontrar o melhor caminho.

Gestão de frotas empresas: qual a sua importância

Nas empresas e organizações de iniciativa privada, a gestão de frotas tem importância igual e às vezes até superior a outros setores de atuação. Empresas que prestam serviços terceirizados, por exemplo, como o transporte de produtos da indústria até os mercados, shoppings e atacados, onde serão comercializados, tem na gestão de sua frota um valor muito maior, já que é a partir dela que a mercadoria chega até o cliente ou/e consumidor final, consequentemente, é ela que traz (ainda que indiretamente) os lucros e sua boa administração leva a um melhor relacionamento com fornecedores, indicando um serviço de melhor qualidade e agregando assim valor à imagem da empresa.

Gestão de frotas empresas: vantagens e desvantagens

A seguir, veremos vantagens e desvantagens da gestão de frotas no âmbito empresarial:

Vantagens

As principais vantagens são:

  • Desenvolvimento do setor logístico;
  • Aprimoramento dos meios de transportes utilizados;
  • Melhoria na Supply Chain;
  • Maior integração entre as áreas da empresa (especialmente a comercial, marketing e logística);
  • Otimização dos resultados;
  • Melhoria dos lucros;
  • Diminuição de alguns custos (principalmente de tempo);
  • Diferenciação da empresa frente à concorrência.

Desvantagens

Algumas desvantagens da gestão de frotas pode ser o alto custo com investimento em tecnologia e com a mão de obra qualificada (a qual pode ser contratada já especializada na função de seu cargo, ou receber treinamentos para isso, o que inclui gastos também). Além do custo financeiro, há também o custo com tempo, o que é compensado futuramente, pois, a longo prazo, há economia destes recursos (investe-se um pouco agora para evitar gastos maiores lá na frente).

Gestão de frotas empresas: erros comuns

Um dos erros comuns no ambiente empresarial com relação à gestão de frotas é a falta de monitoramento ou o não alinhamento dos objetivos da empresa com o gerenciamento dos veículos. A seguir, mostraremos outros erros comuns à administração de frotas:

  • Falta de engajamento dos funcionários;
  • Falta de investimento em tecnologia;
  • Não fazer o marketing de frotas;
  • Não comparar resultados e indicadores de resultados;
  • Não fazer relatório;
  • Falta de organização

Gestão de frotas empresas: 7 dicas para acertar

Pensando nos erros comuns, separamos algumas dicas de especialistas em logísticas para ajudar vocês a acertar na gestão de frotas empresas:

  1. Manutenção preventiva:
  2. Liderança na gestão:
  3. Organização e proatividade:
  4. Treinamentos constantes:
  5. Relatórios periódicos
  6. Investimento em tecnologia
  7. Alinhamento da cultura organizacional

Gestão de frotas empresas e a tecnologia

A utilização de aparatos tecnológicos, tais como equipamentos de primeira linha, utilização de programas e softwares para a otimização de resultados e análise de dados. Veja a seguir os nomes de alguns softwares para a gestão de frotas empresarial:

Categorias: Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *